Roteiros Tradicionais (disponíveis sob marcação)

No seu trabalho de protecção dos usos e costumes característicos da freguesia e região, a A.R.C.D. Gralheira disponibiliza aos visitantes da Casa do Ribeirinho a possibilidade de observarem de perto e participarem em antigas tradições rurais. Desta forma, os visitantes poderão envolver-se nas seguintes actividades:

Moagem de Cereais

Os moinhos de água revestiram-se de particular importância durante décadas. Tal era a sua funcionalidade que chegava a ser elaborada uma tabela horária que regia os seus utilizadores.



Com o passar dos anos, os moinhos de água foram caindo em desuso, ainda que sejam utilizados hoje em dia, por alguns particulares. Os visitantes terão a possibilidade de observar de perto o mecanismo e de efectuar a própria moagem.

Cozedura do Pão

Depois do cereal moído, é tempo de vestir a bata e fazer o pão, ao preparar a massa e cozê-la no forno de lenha tradicional da Casa do Ribeirinho. 

Os visitantes poderão sujar as mãos na farinha, preparando o seu próprio pão para posterior consumo, acompanhado por alguns enchidos regionais.

Cegada

Nesta fase aprofundar-se todo o processo da preparação do cereal, desde da sua colheita até à utilização dos mangualdes nas eiras da aldeia. 

Na Casa do Ribeirinho, será projectado um documentário acerca desta prática agrícola e os visitantes terão a oportunidade de observar em pormenor as ferramentas nela envolvidas. 

Tecelagem

O vestuário típico do alto Montemuro caracteriza-se pela funcionalidade, na combinação de materiais como o linho, o burel e até o colmo.  

Em parceria com a cooperativa "As Capuchinhas", da aldeia de Campo Benfeito, será proporcionada uma viagem até ao atelier, onde será explicado aos visitantes o processo de tecelagem, bem como o funcionamento dos característicos teares, rocas, fusos, etc...